Comunicado Urgente

520 Views

Caros colaboradores, em outubro de 2017 foi iniciado o processo de negociação coletiva de trabalho do segmentos dos Serviços Auxiliares ao Transporte Aéreo. Apesar da realização de várias reuniões entre os sindicatos patronal e laboral, ainda não chegamos a um acordo satisfatório para ambos os lados.

De acordo com a lei trabalhista vigente, desde 1° de janeiro as empresas já poderiam deixar de praticar a Convenção Coletiva do ano anterior e se utilizar da CLT como base para pagamento de horas extras, adicional noturno e estabilidades. No entanto, visando sempre a justa relação de trabalho com nossos empregados, continuamos a praticar os benefícios e a remuneração baseados nas mesmas regras.

Ainda estávamos em processo de negociação quando o SINTEATA ajuizou um dissidio coletivo pleiteando a manutenção de todos os benefícios e reajuste acima da inflação.

Diante do atual cenário econômico que o segmento e o Brasil estão atravessando, as empresas propuseram o reajuste dos salários com base no INPC + 0,5%, totalizando 2,56% (acima da inflação, portanto) e, em contrapartida, o anseio de que o SINTEATA viesse a aceitar igualar às cláusulas da CCT praticada no resto do Brasil, ou seja, que o domingo seja tratado como dia normal de trabalho, por se tratar de trabalho em escala, nos moldes previstos na atual CLT.

No que diz respeito ao alegado prejuízo com a perda do benefício social, esclarecemos que as empresas contrataram (e já está em vigor) uma entidade forte no Mercado para conceder os mesmos benefícios do programa anterior.

MARCIO D’ANGIOLELLA

DIRETOR EXECUTIVO

No comments

Sindicato Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo

Contato





Nossos Contatos

Av. Angélica, 2466 sala 231 - 23º andar Santa Cecilia - São Paulo - SP CEP 01227-000

+55 (11) 3666-7063

secretaria@sineata.org